0

DOIS É BOM em Juiz de Fora DIA 08/OUT

video

ATENÇÃO MINEIROS!!!!

O espetáculo "DOIS É BOM" vai fazer uma apresentação única em Juiz de Fora no dia 08/out.

Abaixo o serviço:

Local: Espaço Mezcla

Hora: 20h

Endereço: Rua Benjamin Constant, 720 - centro

Couvert: R$ 10 e R$ 8 (antecipado)

Tel: 3083-2351


SINOPSE: Espetáculo inteiramente improvisado por apenas dois atores e um músico a partir de uma palavra sugerida pelo público.
 
 
RELEASE
O espetáculo de Impro “DOIS É BOM” é composto por apenas dois atores, um músico e uma sugestão da platéia. O resto é totalmente criado pelos improvisadores Ana Paula Novellino e Claudio Amado: fundadores da Cia Teatro do Nada. Durante 50 minutos, quatro histórias - com enfoque na relação mais humana e realista entre os personagens - são encenadas pelos dois atores.
Após pesquisar as técnicas e formatos de Impro durante cinco anos na Cia Teatro do Nada, Ana Paula Novellino e Claudio Amado resolveram expandir os formatos de improvisação existentes no Brasil e apresentam o resultado desta pesquisa em “DOIS É BOM”, contando inclusive com intercâmbios com profissionais de Impro dos E.U.A (Robert Webber/ Johnny LunchPail - Nova Iorque), Alemanha (Volker Quandt/Harlekin Theater), Argentina (Omar Argentino Galván) e México (Cia Complot Escena).
O espetáculo “DOIS É BOM” vem completar o panorama do movimento de improvisação no Brasil, apresentando um formato diferenciado e novo, mostrando que o Impro é uma arte de infinitas possibilidades.
FICHA TÉCNICA:
Concepção e Atuação: Ana Paula Novellino e Claudio Amado
Músico: Taiyo Omura
Produção Executiva e Programação Visual: Pedro Figueiredo

Produção local: Lyvia Rodrigues ( Cia O Improvício)
Fotos: Roberta Caldas

0

IMPROZAP - improvisação com Estilo / 2009







Ao completar 5 anos de espetáculos, a Cia. Teatro do Nada apresenta uma proposta de trabalho tanto vertical, pelo aprofundamento da pesquisa em torno do IMPROVISAÇÃO TEATRAL AO VIVO, como também horizontal, pelo espalhamento da Improvisação em setores diversos da sociedade. Ela vem pesquisando a técnica de Improvisação Inglesa chamada IMPRO e suas versões norte-americanas desde 2003 e que, apesar de já existirem desde a década de 70, são uma novidade no Brasil. No Rio de Janeiro, a Cia. Teatro do Nada fomentou não só o consumo de espetáculos de Improvisação, como também disseminou estas técnicas dentre a classe artística. A prova disso é o aparecimento de vários grupos de Improvisação que se formaram nas Oficinas regulares ministradas pela Companhia ou se estimularam para iniciar a sua pesquisa a partir da experiência vivida nos primeiros espetáculos da Companhia: o TEATRO DO NADA e o NADA CONTRA.
Em 2009, a Cia. Teatro do Nada estreou seu terceiro espetáculo de Improvisação – IMPROZAP, que se encontra às quintas-feiras na Casa da Gávea. Este novo espetáculo é um amadurecimento na trajetória da companhia, pois as histórias improvisadas tem estruturas e narrativas mais elaboradas, com uma duração maior caracterizando o Longform (nos primeiros espetáculos elas duravam em torno de 5 minutos, agora tem em torno de 20 minutos). Neste novo formato, onde não há a competição entre dois times, o acabamento dramático e a definição de personagens são mais consistentes, os improvisadores criam histórias inspiradas em autores e vertentes dramatúrgicas – nos estilos de Shakespeare, Suassuna, Brecht, Tarantino, Martins Pena, Ibsen no estilo Bíblico, do universo de Nelson Rodrigues, entre outros estilos que o público escolherá para ver naquela noite. Cada estilo traz uma narrativa própria e um tipo de interpretação que marca a história, trazendo uma pluralidade ao espetáculo de Improvisação, inédita nos palcos brasileiros. A ausência de figurino (roupas cotidianas em cena) apóia a variedade de personagens que são criados no espetáculo e os oito cubos usados em cena se transformam em diversos objetos (cadeiras, camas, totens, muros, pirâmides, etc.) e contribuem para a construção do ambiente cênico.
IMPROZAP vem reforçar a marca teatral da Cia. Teatro do Nada – a construção cênica e dramatúrgica ao vivo, sem combinação prévia, que encanta pelo risco de se entrar em cena no vazio e pela criatividade do elenco que é ao mesmo tempo autor e diretor do espetáculo.

FICHA TÉCNICA:
Direção: Cia. Teatro do Nada
Supervisão: Volker Quandt (Harlekinn Theater - Alemanha)
Improvisação de Trilha Sonora: Taiyo Omura
Improvisação de Iluminação: Apolo Pinto e Lula Braga
Programação Visual: Rodrigo Amém
Produção & Divulgação: Lucianna Martins Produções
Direção de Produção: Vinicius Messias
Atores–improvisadores: Ana Paula Novellino, Ana Luisa Leite, Cacá Ottoni, Cláudio Amado, Éber Inácio, Isabel Guéron, Ivan Fernandes, Luca de Castro e Vinicius Messias
TEMPORADAS & APRESENTAÇÕES:
.Espaço Cultural Sérgio Porto (R.J.) - Janeiro/2009
.Casa da Gávea (R.J.)- Maio/2009
. 22º Inverno Cultural - São João del Rey (M.G.) - Agosto/2009
.EncontrArte - VIII Encontro de Artes Cênicas da Baixada Fluminense (R.J.) - Setembro/2009

0

IMPRO NIGHT

Em outubro!!!

Aguardem!!!!!!!!!!